13 de mai de 2012

Papel Machê

O papel machê é feito de papel picado que, amassado junto com água e cola, ganha uma textura especial, e com essa massa podem ser feitos diversos objetos utilitários ou decorativos. 
A arte do papel machê é milenar e há métodos diferentes de fazê-lo, sendo que o básico de todas as receitas é o papel picado em água acrescido de cola. 
Estou ansiosa para por a receita em prática! 

Tutorial
(do Blog Dcoração)

Material:


# 2 rolos de papel higiênico# Água# Bacia ou balde# Peneira ou escorredor# Liquidificador # 1/2kg de cola branca
O papel deve ser picado e deixado de molho até amolecer. No dia seguinte, encher o liquidificador de água e colocar um pouco do papel, na proporção de mais ou menos três partes de água para uma parte de papel. Bater por dez segundos, desligar, esperar um minuto e bater novamente por mais dez segundos. Depois, despejar a massa numa peneira e espremer até sair todo o excesso de água. Esfarelar a massa e espalhar numa bacia, misturar a cola branca até ficar uma massa homogênea. Guardar a massa em saco plástico.

Fonte: blog Dcoração.


 
Fonte: Revista de artesanato

Encontrei em no grupo "Arte en papel maché y decoracio infantil" do Flickr, tantas ideias legais para fazer! Entre elas esses gatinhos e uma versão bem criativa do chapeleiro maluco:








CURIOSIDADES: 


Inventado na China por Tsái Lun, 105 AC, o papel foi introduzido na Europa pelos árabes somente no século XII DC. Não muito após sua descoberta, os chineses começaram a utilizar o invento artisticamente. Desde então, a história do papel machê está intimamente relacionada com a própria história do papel, o seu principal insumo.
Apesar de os chineses terem descoberto o papel e sejam considerados os precursores do papel machê, foi através dos franceses que esta arte se difundiu, sobretudo, no Ocidente. Os franceses desmanchavam o papel usado, obtendo pasta na qual adicionavam cola, fabricando caixas de rapé e outros objetos.
A palavra é originada do francês, mas a origem da técnica é chinesa e remonta à descoberta do papel por volta de dois séculos antes de Cristo, quando os chineses começaram a utilizar o invento artisticamente. Converteram o papel em pasta e fabricaram objetos destinados à divulgação e manutenção de suas tradições. Desde então, a história do papel machê está intimamente relacionada com a própria história do papel.
Fonte: site Recompondo Papel


Nenhum comentário:

Postar um comentário

SEU COMENTÁRIO ME ALEGRA!